“Seu pedido de empréstimo pessoal foi aprovado, foi recusado ou rejeitado”. Esta é realmente uma declaração que você nunca iria querer ouvir ou ler de um banco ou financeira.”

Um empréstimo pessoal recusado não só acaba com a possibilidade de resolver os problemas financeiros e a falta de dinheiro para os qual você tentou solicitar o dinheiro, como mina qualquer chances de obter crédito em outros credores legítimos, claro!

Mas o que é que leva a uma rejeição de empréstimo pessoal por parte de uma financeira, cooperativa ou instituição financeira?

A razão mais óbvia é o histórico de crédito com restrições, ou seja, a pessoa está como o nome (CPF negativado) no Serasa, SPC ou SCPC. Além disso a pontuação de crédito não está à altura de conseguir seguer R$ 1 real em bancos privados. O credor não vai se expor ao risco de oferecer um empréstimo sem garantia.

Sua solicitação pode ser rejeitada por muitas outras razões e fatores aleatórios.

Vejamos algumas razões pelas quais seu empréstimo pessoal possivelmente é rejeitado e como você pode evitar que a recusa se transforme em um transtorno obsessivo por conseguir um empréstimo pessoal.

1. Preenchimento e dados incompletos

Solicitações incompletas ou preenchidos incorretos são umas das principais causas e motivos pelo qual os pedidos de empréstimo pessoal são recusados sistematicamente. Você precisa entender aqui que um empréstimo pessoal é mais uma aposta para o credor. Eles não depositarão confiança em você se você demonstrar desonestidade ou seriedade com o pedido.

2. Relacionamento com o credor

Seu relacionamento com um credor é também um dos pontos chaves para obtenção de recursos financeiros. Você precisa garantir que não haja diferença de expectativa entre vocês. Verifique quais os requisitos de qualificação em termos de idade, experiência de trabalho, salário mínimo e o valor do empréstimo que você precisa antes de se realizar qualquer solicitação.

3. Informe seu dados corretamente

Você precisa cumprir todos os requisitos que um credor precisa, uma delas é a verdade. Mas isso não significa que você violaria seus documentos para satisfazê-los os seus desejos de conseguir dinheiro, mas pode acontecer. Você tem que ser muito honesto com o seu credor sobre cada detalhe informado. De qualquer forma, eles realizam uma verificação completa antes de aprovar qualquer empréstimo solicitado. Então você certamente será pego se mentir ou informar dados inconsistente. Seja honesto, pois ser desonesto só fará mais mal.

4. Comprometimento da renda

Você já tem um empréstimo pessoal que está pagando atualmente?
Seu carro está sendo financiado por uma financeira?
E você acabou de fazer um empréstimo educacional para o seu filho?
Se você tem muitos empréstimos, crediários ou financiamentos em seu nome, é óbvio que os credores irão avaliar que você é cliente arriscado. Ser cliente de risco significa que você pode não ser capaz de pagar o reembolso do valor do empréstimo integralmente. Então, ter muitos compromissos financeiros reduz suas chances de conseguir um empréstimo.

5. Estar desempregado? Não comprova renda?

Se você não tem um emprego fixo ou estável, ou tem como comprovar renda, isso pode levar a uma recusa do pedido de empréstimo. Ou, se você pula de trabalho em trabalho, por qualquer motivo. Mais uma vez isso pode ser uma razão para uma rejeição. Se você é um freelancer mas sua renda não é estável e nem bem definida, é possível que enfrente uma não aprovação do empréstimo solicitado.

6. Solicitando empréstimo em muitos lugares

Um erro muito comum, fazer a solicitação em muitos lugares para conseguir o empréstimo, se você for negado isso pode causar uma reação em cadeia e ter todos os pedidos rejeitados. Você deve se inscrever apenas um ou dois locais no máximo que você atenda aos requisitos de elegibilidade. Assim suas chances de aprovação aumentarão. Aplique via portais de comparação como o Grana Smart. Isso garantirá que você não precisará se inscrever em vários lugares ou enfrentar a rejeição.

7. Seu endereço tem história

Isso não é comum, mas ainda assim você não pode ignorá-lo. Se o seu endereço pertence a uma área de risco, ou teve ou tem algo haver com devedores ou inadimplente em períodos anteriores, o endereço pode estar listado como risco (lista negra). Assim como os Correios se recusam entregar encomendas em alguns endereços ou o seu seguro do carro fica mais caro por causa do seu local de moradia, esse pode ser um critério adotado pelo seu credor. Se tiver um reprovação, certifique-se de que este não é o seu caso e, se for, fale com o credor para remover esta restrição do seu endereço pode estar em uma “lista negra”.

8. Você está negativado e com restrições

Nós nunca poderemos enfatizar o suficiente sobre a importância de manter uma boa pontuação de crédito. Você precisa manter seu nome limpo, com score aceitável na praça e sem manchas no relatório de crédito se você deseja aproveitar um empréstimo sem garantia com as menores taxas de juros e condições mais favoráveis.

Caso, você esteja negativado, limpe seu nome antes de solicitar um empréstimo. Caso contrário, existem muitas modalidades que você pode se enquadrar mas algumas tem juros bem maiores.

Outras razões

Além das razões acima mencionadas, pode haver alguns outros pequenos percalços que podem causar uma rejeição de uma solicitação de empréstimo:

  • Um cheque devolvido
  • Um título protestado
  • Um carnê em atraso
  • Uma conta de serviços público

Enfim, seu salário mensal não foi creditado a tempo devido a algum motivo ou faltou mesmo dinheiro e você fez escolhas e agora o preço está sendo cobrado.

Outro detalhe.. Você foi um fiador para alguém que acabou se tornando um inadimplente levando seu nome junto. Seu empréstimo pode ser rejeitado devido a todos esses motivos e muitos outros mais.

Mesmo com um bom score e pontuação de crédito, seu empréstimo pode ser rejeitado por outros fatores de eligibilidade.

3 dicas para aumentar as chances de aprovação em empréstimos pessoais

Manter um relatório de crédito saudável: você deve verificar seu relatório de crédito com freqüência para garantir que tudo está indo bem.

Pague suas dívidas a tempo: ter as contas em dia evita que o credor informe aos órgão de proteção como o Serasa, SPC e Boa Vista sobre sua inadimplência. Encontre formas alternativas de pagá-las antes das coisa se complicarem.

Conheça seu banco: se você criou relacionamento pessoal com seu banco ou credor, é provável que ele confie mais em você e em suas capacidades de pagamento mais doque credores que ainda o avaliarão. Não isso esse relacionamento para se endividar e sujar o seu nome.

Agora você sabe algumas fatores que podem levar a uma rejeição ou reprovação de um empréstimo, use a informação a seu favor!

Esperamos que você seja capaz de evitá-los qualquer recusa e realizar todos os seus sonhos. Outra boa notícia que queremos compartilhar com você é que você pode obter aprovações de empréstimo com restrição de até R$ 3.500, então não espere. Veja a lista abaixo.

Nós gostaríamos de responder a quaisquer perguntas que você possa ter. Deixe-nos saber nos comentários abaixo.

Até a próxima!

Empréstimo recusado como evitar e ser aprovado
Média 4.77 votos