como evitar empréstimo pessoal criando fundo de emergência

“Quer evitar fazer empréstimos pessoal com ou sem restrição, esses mesmo que não realizam a verificação de crédito no Serasa, SPC e SCPC? Para isso você só precisa criar um fundo de reserva ou de emergência.”

Ninguém se preocupa tanto com dinheiro até que ele falte. Ter um fundo de emergência ajudará você a sobreviver sem recorrer a empréstimos com juros altos.

Quando você se depara com uma despesa súbita, é fácil jogar seu dinheiro pela janela, a necessidade faz a gente se submeter a cada coisa!  Quando seu carro não sai da garagem porque não liga e é a única maneira de você poder trabalhar, ou seu filho o pequeno tem algum problema de saúde e você precisa levá-la para um hospital particular por não ter seguro saúde, a última coisa que você quer é que as preocupações com o custo atrapalhem o caminho.

Como evitar fazer um empréstimo com restrição no nome?

Mas também é um fato que  5.5 em cada 10 brasileiros têm menos de R$ 500 em economias livres para uso imediato. Sem ter dinheiro no banco para lidar com despesas e dividas recorrentes, muitas pessoas recorrem ao empréstimos com restrição, não ter a verificação de crédito facilita a obtenção do dinheiro necessário.

E isso é especialmente verdadeiro para pessoas que têm crédito ruim, nome sujo na praça, está negativado e com o CPF inscrito nos órgão de proteção.

Fazer um empréstimo com nome sujo, empréstimo sem consulta, empréstimo para negativado ou com agiota pode parecer a única maneira de conseguir pagar contas e despesas inesperadas ou cotidianas. Claro, que isso significa pagar mais dinheiro extra em juros e taxas, mas não é isso que é importante nesses momentos… Certo?

Não exatamente. Embora existam empréstimos para pessoas com crédito ruim feitos de forma segura e acessíveis, existem outros que não tão seguros e acessíveis assim. Você pode se dar ao fazer um empréstimo parcelado ou um empréstimo pessoal online com um credor confiável e legítimo, mais há muitos empréstimos predatórios e armadilhas na internet para pegar o seu dinheiro.

E recorrer a um desses empréstimos perigosos em um período de crise financeira poderá levá-lo a um enorme precipício nas finanças que certamente levará meses ou até anos para se recuperar. Um carro quebrado ou uma criança no pronto-socorro são emergências que podem colocar qualquer pessoa em circulo contínuo de dívidas.

A melhor maneira de evitar recorrer a um empréstimo com restrição, empréstimo sem consulta ao CPF para pagar despesas de emergência é não precisar de um em primeiro lugar. E a para isso você deve economizar um mínimo de dinheiro para horas de necessidades.

O que é um fundo de reserva para emergência?

Nós sempre ouvimos os mais velhos falarem sobre como devemos economizar dinheiro para não faltar em uma precisão. Isso basicamente o que é um fundo de emergência. É um dinheiro que você deixa de lado por um tempo para usar quando realmente precisar.

Seu fundo de emergência atual deve estar baseado provavelmente em um cartão de crédito, no limite do cheque especial ou no empréstimo pré-aprovado, mas ele deve estar em uma conta de poupança que você pode acessar facilmente. Esse modelo de guardar dinheiro é projetado para você tirar os recursos quando precisar.

Quanto mais rápido você puder chegar aos recursos em dinheiro durante uma urgência financeira ou emergência pessoal, melhor.

Você já percebeu nos filmes de espionagem ou seriados da Netflix onde as pessoas ou os agentes sempre tem um esconderijo cheio de dinheiro, passaportes e dispositivos táticos que eles podem pegar instantaneamente e desaparecer na multidão? Pense desta forma com suas finanças.

Quanto dinheiro você pode precisar?

Não tem um valor acertado, pense nos diferentes tipos de emergências financeiras que ocorrem em sua vida. Os reparos no seu carro poderiam lhe custar algumas centenas de reais, enquanto uma visita surpresa ao hospital – mesmo com seguro – poderia gerar custos maiores que mil reais.

E se você perder o emprego? Dependendo de quanto tempo você ficar sem trabalhar e dependendo do seu custo e estilo de vida, você certamente terá despesas de milhares de reais em contas que precisam ser pagas mensalmente.

Alguns especialistas insistem que você precisa guardar pelo menos um ano de despesas“, outros dizem de três meses a seis meses. Eu digo que até uma semana é progresso. Eu nunca quero dar um número difícil, porque isso pode desencorajar as pessoas de começarem mesmo. ”

Qual é a melhor maneira de conseguir guardar dinheiro?

Não existe um “roteiro certo” para guardar, assim como não há um “roteiro certo” para comer ovos fritos. É tudo sobre fazer o que funciona melhor para você e como você controla e mantém suas finanças.

No entanto, existem alguns princípios básicos que se aplicam a qualquer estratégia, que incluem:

  1. Tem um plano financeiro. Se você quer levar a sério sua poupança, então você não pode simplesmente fazer tudo sem disciplina e aleatoriamente. Você precisa fazer um plano de controle, em seguida, você precisa cumpri-lo.
  2. Ser consistente e focado. Quando você está criando seu plano para poupar dinheiro, evite dizer coisas do tipo “vou guardar o que sobrou no final da semana”. Decida um valor específico que você economizará toda semana, todo mês ou até mesmo todos os dias!
  3. Pague-se primeiro. Isso remete à ideia de que você não deve deixar de lado “qualquer dinheiro que sobrar”. Tornar a construção desse fundo de emergência uma prioridade. Decida o valor que você quer guardar e, em seguida, crie o restante do orçamento pessoal ou familiar em torno dessa decisão

Veja o que um especialista no assunto, Marcelo Alencar, consultar de finanças, tem a dizer sobre o assunto: “Guardar dinheiro é como fazer dieta. Se você não fizer parte de seu estilo de vida, acabará se enganando e fracassando na dieta“.

Então, deu pra entender que economizar deve ser feito em uma base regular, um pouco mas o tempo todo, em vez de muito de uma vez só. Salvar um pouquinho o tempo todo é uma ótima estratégia por outro motivo: se você acabar trapaceando e gastando seu dinheiro com algo que não precisa, isso não será grande coisa.

Mais um conselho: enquanto estiver criando sua estratégia para economizar dinheiro para não pegar empréstimo com restrição, dê sempre uma boa olhada em seu orçamento financeiro mensal. Talvez, ao tentar poupar por seis meses ou um ano de despesas, você perceba lugares onde você pode cortar custos ainda mais.

Deixar de gastar com coisas inúteis vai ajudar você conseguir mais dinheiro para poupar, tornando seus objetivos mais viáveis e livre de preocupação de como vai pagar suas dívidas ou onde vai solicitar seu novo empréstimo se tiver com problemas no nome!

É sensato criar um fundo de emergência ou pegar um empréstimo?

É tão sensato criar um fundo com recursos em dinheiro como também é sensato pegar um empréstimo quando necessário.

Pagar as dívidas é muito importante para o seu bem-estar financeiro, mas viver sem elas sem dúvidas também é essencial, mas pense nisso… não ter dinheiro guardado significa que você está deixando a porta aberta para criar novas dívidas no futuros.

O mais interessante é que ao começa a construção de um fundo com dinheiro de reserva, vai exigir de você que o pagamento de dívidas seja repensado também. “Se você economizar pequenas quantias constantemente”, “também pode ajudá-lo a se concentrar em pagar suas dívidas com mais rapidez”.

Quando começar a construir uma poupança com dinheiro reservado?

“Se você não tem dinheiro reservado ou uma poupança para emergências, você vai ficar por último na fila”, todo mundo que trabalha, tem vida economicamente ativa, tem família ou filhos, precisa de um fundo em dinheiro para ocasiões surpresa, porque todos estão sujeitos a sofrer um acidente ou ter um problema de saúde.

Guardar dinheiro é mais fácil e mais barato do que conseguir a aprovação de um empréstimo com restrição ou sem consulta. Comece agora e tudo que você precisa fazer é continuar!