Empréstimo para autônomo: Veja como é fácil fazer!

“Muitos profissionais têm recorrido ao trabalho autônomo como uma maneira de vencer a crise e encontrar novas oportunidades de garantir um rendimento financeiro satisfatório.”

Como a renda é variável, um dos maiores desafios enfrentados é fazer o empréstimo para autônomos, tanto para quem trabalha na formalidade quanto na informalidade.

Em 2015, o número desses profissionais passou para 16,2 milhões. No entanto, muitos bancos e demais instituições financeiras não se sentem seguros em ceder créditos para pessoas que não têm uma renda estável e carteira assinada.

Mesmo assim, isso não é impossível e aqui você vai receber dicas preciosas para superar este problema da melhor maneira possível. Continue a leitura deste texto e veja mais detalhes agora mesmo. Acompanhe!

Como é feita a análise de crédito do autônomo?

A análise de crédito é uma maneira de a empresa não receber um calote no final do processo que culmina na cessão do empréstimo. Com essa análise é possível definir o número de parcelas e evitar o acúmulo de débitos que os clientes podem não conseguir pagar.

Geralmente, depois de enviar todos os documentos exigidos e, em alguns casos, assinar o contrato, será analisado o valor do seu empréstimo, a forma de pagamento e os documentos pessoais. Essa etapa pode demorar entre algumas horas até dias, conforme o critério adotado na instituição escolhida.

Quanto dinheiro é liberado num empréstimo para autônomo?

Existem financiadoras no mercado que emprestam desde R$ 200,00 a R$ 50 mil reais.

Mas é preciso pesquisar bem e fazer todas as comparações necessárias para chegar ao valor, prazo e taxa que você necessita, sabendo que quanto maior o valor e o número de parcelas contratados, mais altos será o saldo devedor e os juros cobrados.

Como um autônomo pode usar o empréstimo pessoal?

  • Para pagar as despesas do casamento (seu próprio ou um membro da família)
  • Para financiar seus projetos pessoais ou reforma da casa própria
  • Para fazer a manutenção preventiva do carro ou veículo de transporte
  • Para sair de férias para Miami, Orlando ou Disney, escolha
  • Para gastar com educação extra curricular dos filhos
  • Para apoiar seus planos de expansão na empresa ou negócios
  • Para fazer um depósito em novo espaço para escritório
  • Para fornecer mais crédito para capital de giro da sua empresa

Os empréstimos designados para autônomos formais ou informais são criados para que o dinheiro seja usado da forma como o contratante quiser, eliminando apenas os empréstimos e financiamentos específicos e direcionados.

As taxas de juros do empréstimo aos autônomo são mais altos?

Não necessariamente — especialmente se o autônomo, trabalhador por conta própria ou trabalhador independente atender aos critérios e requisitos da modalidade e os termos exigidos pelo credor, realmente não haverá problemas na aprovação ou acarretará aumento nas taxas de juros.

Lembre-se de que, como a concorrência tem aumentado, e, existem diversas categorias de crédito, inclusive para solicitantes de empréstimos autônomos, você pode encontrar uma proposta que certamente será o ideal para seu bolso e não prejudicará suas finanças.

Só não se esqueça de comparar todas as opções disponíveis para o seu perfil de consumidor de crédito, dentro dos parâmetros de valores, prazos e condições aplicáveis ​​ao empréstimo pessoal escolhido, antes de se inscrever em um financiador ou empresa creditícia.

Quais os cuidados necessários para contrair um empréstimo?

Preste atenção nas ofertas de empréstimos que estabelecem a “venda casada”. Muitos estabelecimentos de crédito tentam vender diversos tipos de produtos financeiros junto com seu empréstimo.

Cuidado também quando a financiadora pedir que você faça depósitos adiantados, antes de liberar o dinheiro.

Qual instituição financeira fazer o empréstimo?

É possível solicitar empréstimo para autônomo em várias instituições financeiras. A seguir, listamos as mais procuradas quando o assunto é oferecer crédito sem comprovação de renda. Veja:

1. Empréstimo BMG

O banco BMG trabalha com as seguintes linhas de crédito: Consignado para INSS, Funcionários Públicos e o BMG Conta. Cada um destes financiamentos possuem taxas bem atraentes e o cliente ainda pode fazer uma simulação onde fica sabendo qual valor será liberado na mesma hora.

2. Crefisa empréstimos

A Crefisa oferece crédito pessoal para funcionários públicos, aposentados e pensionistas. Isso significa que eles só emprestam para quem tem renda comprovada, já que todos esses tipos de funcionários têm comprovação de renda. Os documentos necessários para solicitar um empréstimo são: RG e CPF original, comprovante de residência, extrato bancário atual.

3. Losango empréstimos

O tipo de empréstimo oferecido é o crédito pessoal com cheque para não-negativados. Para fazer uma simulação, você precisa estar em posse do seu RG e CPF. Além disso será necessário apresentar extratos bancários referentes aos últimos três meses e um comprovante de residências. Na Losango a taxa de juros pode variar de acordo com o valor do empréstimo e também o número de parcelas.

4. Ibi empréstimos

A Ibi oferece crédito pessoal em cheque ou boleto bancário. Você precisa ter em mãos o CPF e o RG para fazer a simulação, que não é muito rápida, afinal de contas você precisará preencher um cadastro detalhado com suas informações pessoais. Um detalhe importante sobre esta instituição é de que ela não libera empréstimo para quem tem restrição.

Qual documentação que é necessário fornecer?

Em primeiro lugar, é preciso rever quais os critérios para pré-aprovação do credor para você ser capaz de fornecer todos os documentos e demonstrativos exigidos para iniciar a solicitação. Os credores geralmente exigem algum ou todos os seguintes documentos:

  • Declarações fiscais. Esteja preparado para mostrar os últimos dois anos das declarações do imposto de renda, Decore ou informes da empresa. Isso ajudará a comprovar todas as receitas que você declara receber.
  • Demonstrações financeiras. Estes podem incluir qualquer declaração de renda ou lucro para apoiar o seu rendimento declarado.
  • Comprovante de renda de aluguel. Se você tiver alguma renda proveniente de imóveis alugados, poderá declará-la com extratos imobiliários ou cópias de seus contratos de locação em andamento.
  • Extratos bancários recentes. Isso inclui instruções que mostram suas economias, receitas e transações comerciais.
  • Identificação pessoal. Dependendo do credor, isso pode ser sua CNH, RG e CPF.
  • Comprovantes de moradia. Aqui você deverá enviar documentos que comprovem sua moradia.

Vale mencionar que esta lista é apenas um demonstrativos do que em geral é solicitado, cada credor vai informar quais os documentos necessários, então pode ser incluídos mais informações e documentos assim como poderá não solicitar algum que consta na lista.

Comprovante de renda usados no empréstimo para autônomos?

Vamos recapitular para não ficar nenhuma dúvida de qual forma um autônomo consegue declarar renda ao tomar um empréstimo bancário ou empréstimo em um credor online.

Já sabemos de cabo a rabo que o primeiro passo e tão importante quanto ter o dinheiro do empréstimo na mão, é definir qual o tipo mais adequado de empréstimo para usar nos seus propósitos.

Veja a na listagem os documentos que servem para autônomos comprovar a renda:

  • Extrato bancário: o extrato bancário é aceito como comprovante de renda por grande parte dos bancos, financeiras e instituições creditícias e financeiras. Demostrar que a conta está ativa e sendo movimentada ajuda na analise que o credor faz para avaliar o poder de pagamento do solicitante.
  • Decore: a Declaração Comprobatória de Percepção de Rendimentos, conhecida como Decore, comprova que a renda existe lucratividade nos negócios e nas atividades autônomas formal e informal, o documento deve ser emitido por um contador credenciado.
  • Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF): este documento federal feito anualmente por todos os brasileiros, serve como comprovante que o contratante declarou renda portanto tem condições financeiras para pagar o empréstimo que pleiteia.

O que evitar ao fazer a solicitação do empréstimo?

Ao fazer um solicitação do seu empréstimo para autônomo, certifique-se de que você sabe para que o dinheiro será usado e não caia na armadilha de assumir mais dívida do que você pode pagar sem estourar o orçamento.

Portanto, solicite somente a quantia que você sabe que precisa, e por mais que seja tentadora o fato de ter acesso a uma oferta de maior que a solicitada, não se deixe levar pela facilidade. E claro, nunca minta para você mesmo sobre o seu dinheiro, porque nas finanças, a mentira acaba virando dívida.

Finalmente, depois de todas essas explicações sobre empréstimo para autônomos, você deve comparar as opções de crédito e ver qual delas combina mais com seu perfil financeiro, suas necessidades e objetivos.

Depois de escolher uma financiadora e receber o dinheiro você deve ser capaz de eliminar todas as suas dúvidas, se esse for seu intuito. Portanto, faça quantas simulações forem necessárias e não tenha pressa em assinar qualquer contrato.

Entendeu como é possível conseguir crédito mesmo sendo autônomo?

Empréstimo para autônomo: Veja como é fácil fazer!
Média 4.826 votos